Coceira: chega ao fim o mistério em Pernambuco



Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, através de uma nota técnica publicada na noite de quarta-feira (8), confirma que as lesões que causam coceiras são provocadas por uma mariposa. Conforme a entidade o problema é causado pelas asas da mariposa do gênero Hilesya, que se reproduzem e proliferam nesta época do ano.


Em todo o estado de Pernambuco foram notificados mais de 300 casos, com pacientes em 14 municípios do Estado. As lesões causam coceira, vermelhidão no pescoço, troco e pernas. Os sintomas são causados quando a mariposa se debate contra a luz e soltam pequenas cerdas do corpo que penetra profundamente na pele, assim, são causadas as irrritações.


As notificações iniciaram em novembro, somente na capital, mas rapidamente diversos muicípios começaram a apresentar novos pacientes com as lesões. Na cidade de Petrolina (PE), conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram diagnosticados somente dois casos na cidade, e os profissionais estão seguindo as orientações da Secretaria de Saúde Estadual.


Redação Cartaz da Cidade

Fonte Agência Brasil/ PMP

Comente e Compartilhe