Crime ambiental: Condomínios de Petrolina são autuados e constroem estação para tratamento de esgoto


Em média, por dia, eram lançados aproximadamente 300 mil litros de esgoto no Rio São Francisco

Antes (Esgoto saindo dos condomínios) Depois (terreno seco)

Mais um caso de crime ambiental contra o Rio São Francisco foi identificado pela equipe da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) em Petrolina. A ação ocorreu em parceria com a 3ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania e do Meio Ambiente, dirigida pela promotora Rosane Moreira Cavalcanti. Dessa vez, duas vazões de esgotos que eram lançados indevidamente por condomínios sem qualquer tratamento foram retiradas do rio. Em média, por dia, eram lançados aproximadamente 300 mil litros de efluentes.


De acordo com o diretor-presidente da AMMA, Geraldo Miranda, há oito anos os condomínios vinham jogando esgotos diretamente em duas lagoas naturais que deságuam no São Francisco, graças às diversas fiscalizações, e a essa ação conjunta com o MPPE, o problema foi resolvido. “A solução que encontramos foi que os condomínios construíssem sua própria Estação Elevatória de Esgoto para ser bombeada para a Estação de Tratamento”, explicou.


Denúncia


Qualquer denúncia referente ao meio ambiente pode ser realizada através do telefone (87) 3866-2779 ou presencialmente na Rua Antônio Padilha, 55, centro, próximo à Casa do Navio.


Da Redação

Com informações da Ascom/PMP

Comente e Compartilhe!