China utiliza humilhação e repreensão para combater Covid-19



A China, onde surgiu o primeiro surto da Covid-19 no final de 2019 sediará em fevereiro os Jogos Olímpicos de Inverno. O país, que adotou a política de tolerância zero à covid, ganhou as manchetes dos jornais por promover ações mais severas contra as pessoas que ‘burlam’ as medidas estabelecidas pelo governo.


Dentre as ações do governo chinês estão o lockdown e humilhação em público de suspeitos de violar regras anticovid. No final de dezembro de 2021, quatro pessoas que supostamente violaram regras de restrições contra Covid foram obrigadas a desfilar pelas ruas da cidade de Jingxi, no sul da China.




Da Redação Cartaz da Cidade

Com informações DW

Comente e Compartilhe