CHESF: Aumento da vazão das águas ameaça desalojar moradores do bairro Angari em Juazeiro



As regiões do Submédio e do Baixo São Francisco estão tendo vazões de água em patamares muito elevados, por conta das fortes chuvas que acontecem desde dezembro de 2021 e se intensificaram em janeiro deste ano.


Com isso, a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) emitiu um alerta de que a vazão está subindo gradualmente e vai alcançar até 4.000 m³/s no próximo dia 24 de janeiro. Uma vazão com esse volume não era praticada desde 2009.


A Defesa Civil das cidades de Juazeiro na Bahia e Petrolina em Pernambuco alertam os moradores ribeirinhos que fiquem atentos, para o aumento de volume das águas do Rio São Francisco.


O Angari, bairro de pescadores de Juazeiro–BA, está situado abaixo do dique de proteção, e por isso, sujeito a sofrer inundações com vazões a partir de 3.000 m³/s.


Emocionada, a moradora Elaine Brito, lamenta ter que abandonar sua casa e seu trabalho, ela diz que acordou cedo para se organizar para sair. Assim como ela, cerca de 50 famílias podem ter suas casas inundadas.


Confira matéria íntegra: