Cevasf amplia serviços para reabilitação de pacientes


Foto: Divulgação/PMJ

Os pacientes atendidos no Centro de Equoterapia do Vale do São Francisco (Cevasf) agora podem contar com atendimento de outras especialidades, como: psicólogo, fisioterapia e ortopedia. Os profissionais da Cevasf são capacitados pela Associação Nacional de Equoterapia. As terapias com cavalos visam ajudar na melhora da condição de pacientes que necessitam de desenvolvimento neuropsicomotor e para habilitar ou reabilitar pessoas com deficiências. As práticas do Centro Equoterapia acontecem na sede da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) localizada na Avenida Edgar Chastinet, bairro São Geraldo, Juazeiro-BA.


Equoterapia


A equoterapia é uma terapia complementar a outros tratamentos, que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial, a coordenação motora, o equilíbrio físico do paciente.


Pode ser praticada por crianças e adultos e é indicada para pessoas com paralisia cerebral, esclerose múltipla, sequelas de acidentes e cirurgias, doenças genéticas, ortopédicas e musculares, acidente vascular cerebral (AVC), Autismo, Síndrome de Down, entre outras necessidades especiais.


O projeto social foi idealizado pelo 3º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação - 3º BEIC / PMBA em 2013.


Atendimento


O paciente ou responsável interessado em realizar terapias com cavalos devem procurar o Centro Regional de Reabilitação, Prevenção e Inclusão Social (Cerpris), localizado na Tv. Dr. José Araújo de Souza, 140 - Santo Antônio. O Cerpris funciona de segunda a sexta-feira, das 07h às 17h. O Centro atende várias demandas, como pacientes neurológicos, crianças com paralisia cerebral, adultos com traumatismo craniano, AVC, síndromes e atrasos no desenvolvimento global.


O serviço é regional e além da população de Juazeiro, recebe pacientes de 28 municípios, com atendimento multidisciplinar (fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo e médicos especialistas). “O Cerpris é a porta de entrada e o filtro dos usuários que necessitam e tenham interesse em ter esse tratamento, que é tão importante e desenvolvido com profissionais altamente capacitados”, explicou a diretora do Cerpris, Verônica Pesqueira


Outras informações: (74) 3612-1866.


Da Redação com informações da PMJ.