Câmara de Vereadores de Petrolina aprova PL que reajusta salário base dos Secretários Escolares



Os Secretários Escolares efetivo do município de Petrolina tem muito o que comemorar. Foi aprovado por unanimidade nesta terça-feira (14), na Câmara de Vereadores o Projeto de Lei 009/2022, que dispõe sobre o reajuste do salário base do cargo efetivo de Secretário Escolar. A votação foi acompanhada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina - Sindsemp, que iniciou a luta há quase seis anos.


A vice-presidente do Sindsemp, Inês Silva destacou que Petrolina sai na frente pagando mais do que o piso nacional. "Esse momento é para comemorar junto com a categoria que acreditou no Sindsemp, é um grupo pequeno mas, que se uniu ao sindicato na luta e a gente avançou para um salário melhor. Petrolina sai na frente pagando um pouco a mais do piso nacional que está tramitando em Brasília e é um justo reconhecimento ao trabalho desses servidores e servidoras que são fundamentais na rede de ensino," frisou.


Secretária escolar há quatro anos, Mayana Castro está feliz. "Essa conquista veio num momento muito pertinente porque a gente vem numa luta muito grande e nós estamos alegres," declarou.


Muitos secretários escolares acompanharam de perto a votação. "Com o apoio do Sindsemp e apoio do secretário de educação Plínio Amorim, finalmente teremos o nosso piso", enfatizou o secretário escolar, Cristiano Matos.


Além do projeto de lei que determina o piso salarial do município, outro projeto de lei foi votado na sessão desta terça na Casa Plínio Amorim. O Projeto de Lei 008/2022, que cria a Gratificação por Porte Escolar (GPE) destinada aos Secretários Escolares em efetivo exercício junto à Rede Municipal de Ensino de Petrolina.


A gratificação é definida a partir da quantidade de aluno de cada unidade de ensino, melhorando ainda mais a remuneração da categoria. Quanto maior a escola, maior a gratificação. Os dois projetos foram aprovados por unanimidade na sessão desta terça-feira (14).


Da Redação com informações da Ascom Sidsemp.