Brasileiro preso por tentativa de assassinato contra a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchn


A arma ficou a poucos centímetros da cabeça de Kirchner, mas falhou


Um brasileiro de 35 anos foi preso na noite desta quinta-feira (1º/9), após tentar realizar um atentado a tiros contra a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner. A polícia vai investigar se houve uma tentativa de homicídio e a pistola falhou, ou se a falta do tiro foi proposital. O suspeito foi identificado como Fernando Sabag Montiel, segundo o jornal La Nación.


Cristina voltava para casa, no bairro de Recoleta, na capital Buenos Aires. Ela estava cercada por seguranças e muitos apoiadores estavam no local.

Fernando Andrés Sabag Montiel tem 35 anos e é brasileiro

O suspeito se aproximou da vice-presidente e chegou a colocar a arma bem perto do rosto dela. Quando tentou atirar, porém, a arma parece ter falhado. Cristina, então, protegeu-se com aos mãos em frente ao corpo e o atirador foi levado por militantes e seguranças.


De acordo com o Clarín, Fernando Sabag foi detido em março de 2021 por portar uma arma não convencional. Na ocasião,

ele foi abordado por policiais por estar em um carro sem placa. Enquanto conversava com os agentes de segurança, uma faca de 35 centímetros caiu. O brasileiro afirmou que portava o objeto para defesa pessoal; o equipamento foi apreendido.



Com informações do site Metrópoles.