Brasil: Seleção feminina de futebol vence Canadá no último amistoso e se prepara para a Copa



A Seleção Feminina encerrou o ano de 2022 com chave de ouro. Diante da sua torcida, 19.585 torcedores estiveram presentes na Neo Química Arena, em São Paulo, a Canarinho devolveu o placar, e venceu o Canadá por 2 a 1. Os gols brasileiros foram anotados por Bia Zaneratto e Ana Vitória, pelo lado canadense Lawrence descontou de pênalti.


Com a vitória, a equipe comanda pela técnica Pia Sundhage fechou o ano com o título da Copa América Feminina, e o retrospecto de 19 jogos sendo doze vitórias, três empates e quatro derrotas. Agora, a Seleção Brasileira volta a atuar em fevereiro, no período de Data FIFA, entre os dias 13 a 22.


O jogo


O jogo começou equilibrado com boas chances para os dois lados. No entanto, aos 15 min, as investidas brasileiras começaram a chegar com mais força no gol canadense. Com Geyse pelo lado direto, o Brasil ensaiava algumas investidas ao gol.


No entanto, foi aos 41 min, que o Brasil balançou as redes, e novamente, com bela assistência de Kerolin. A meia puxou o contrate, e após, belo drible tocou para Bia Zaneratto que mandou para o fundo das redes.


O Brasil voltou para o segundo tempo sem mudanças. Confiante, o time ameaçava aplicar o placar, mas viram os planos mudarem, quando a árbitra assinalou pênalti, após Geyse escorar a bola com a mão na área adversária. Aos 15 min, Lawrence anotou de pênalti.


O jogo caminhava para o empate, quando Pia optou por três mudanças aos 42 min da etapa final, Gabi Nunes, Ana Vitória e Jaqueline entraram nas vagas de Debinha, Kerolin e Adriane, respectivamente. E a jogada que garantiu a vitória brasileira veio do banco.


Após cobrança de escanteio, Gabi Nunes cabeceou com perigo para o gol, após a lateral Yekka salvar na linha, Ana Vitória aproveitou o rebote e marcou o gol da vitória brasileira. De quebra, a meia também balançou as redes pela primeira vez representante a equipe principal.


Com a vitória, o Brasil voltou a ficar na frente no restrospecto de encontros com a equipe canadense. Em 27 jogos, são dez vitórias brasileiras, nove empates e nove derrotas.

Brasil: Lorena; Bruninha (Lauren), Tainara, Kathellen e Tamires; Adriana (Jaqueline), Ary (Duda), Kerolin (Ana Vitória) e B. Zaneratto (Ludmila); Geyse e Debinha (Gabi Nunes).


Com informações e imagem CBF (Crédito: Thaís Magalhães)