Bolsonaro se reúne com evangélicos, ministros e deputados em ato político no Palácio da Alvorada


Reprodução/ Flickr Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro (PL) se reuniu nesta terça-feira (8) com pastores evangélicos, deputados, senadores e ministros do governo em uma cerimônia no Palácio da Alvorada.


Durante o encontro, transmitido por rede social, 24 pastores foram chamados a discursar ao microfone. Fizeram elogios a Bolsonaro e ao governo e manifestaram apoio ao presidente. Enquanto o pastor Cesar Augusto, da Igreja Apostólica Fonte da Vida, falava sobre o atentado a faca do qual Bolsonaro foi vítima na campanha eleitoral de 2018, o presidente e a primeira-dama Michelle Bolsonaro se emocionaram.


Sem mencionar o PT e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ele atacou os adversários: "Se essa pessoa, um dia, esse partido, essa ideologia, essa gangue, essa quadrilha, roubarem a nossa liberdade, aí complica a situação", afirmou. "As nossas decisões agora farão com que lá na frente nós teremos ou não uma vida de liberdade acima de tudo", disse.


Cerca de 80 deputados, entre o pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus, o presidente do Republicanos e bispo licenciado da Igreja Universal, Marcos Pereira estavam presentes.


Os ministros: Damares Alves (Direitos Humanos), João Roma (Cidadania), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral), Milton Ribeiro (Educação), Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência) e Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) estavam entre os convidados.


Redação Cartaz da Cidade

Comente e compartilhe!