top of page

Bolsonaro anuncia demissão do presidente da Petrobras



Foto: Marcos Corrêa - PR

O palácio do planalto, através do Ministério de Minas e Energia (MME), confirmou na segunda-feira (28), que o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, deixará o comando da estatal. A demissão do militar é em decorrência de uma série de desgastes com o presidente Jair Bolsonaro (PL), em razão da persistente alta no preço dos combustíveis.


Está é a segunda troca no comando da estatal em apenas um ano. O economista Adriano Pires, especialista do setor de óleo e gás, é o nome mais cotado para assumir o cargo. Na prática, essa mudança só deve ocorrer dentro de duas semanas, após a reunião da Assembleia Geral de Acionistas no dia 13 de abril.


O alto valor dos combustíveis tem sido uma preocupação dentro do governo, que busca soluções para minimizar o preço para o consumidor final.





Informações Diário do Nordeste

bottom of page