Bahia: Governo prorroga limite de 5 mil pessoas nos eventos

Salvador se prepara para 'carnaval indoor'


Foi mantida até o dia 14 de janeiro, a permissão para eventos com limite de 5 mil pessoas. Mas, o Governo do Estado da Bahia atualizou uma nova referência para impor a restrição de eventos com, no máximo, 100 pessoas. O decreto foi atualizado nesta terça-feira (4), no Diário Oficial do Estado.


De acordo com o decreto, esta limitação de público será válida, a partir de agora, nos municípios que fizerem parte da macrorregião de saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid se mantenha, por cinco dias consecutivos, superior a 75%. Antes, a referência era de 50% de ocupação dos leitos. A obrigatoriedade da comprovação da vacinação contra a Covid-19 e o uso de máscara continuam valendo.





Em Salvador, capital baiana, os preparativos já começaram para as festas no mês de fevereiro. Empresários e artistas já estão divulgando e vendendo os ingressos para o carnaval em ambientes fechados. Arena Fonte Nova, Centro de Convenções e até um antigo parque aquático são alguns dos locais que estarão recebendo Bell Marques, Léo Santana, Harmonia, Wesley Safadão, Alok, Zé Neto & Cristiano, Parangolé, Timbalada, Ivete Sangalo, Luiz Caldas e outras atrações.


O governador da Bahia Rui Costa (PT) já afirmou que não haverá Carnaval de rua em fevereiro de 2022. “Realizar o Carnaval no modelo tradicional, como uma festa em larga escala, se mostra inviável. Mais pra frente, avaliaremos o que pode ser feito e em que condições", disse o governador no dia 23 de dezembro. O Governo do Estado ainda não emitiu nenhuma nota oficial sobre o cancelamento da festa.