Bahia: 72 cidades em situação de emergência devido às fortes chuvas, confira a relação das cidades



O sul e extremo-sul da Bahia estão em alerta devido às fortes chuvas – e a falta de estrutura das cidades que não comportam esse volume de água – que acabou causando alagamentos, deslizamento de terras, interdição de estradas, rompimento de barragens e mortes. Neste domingo (26), o governo do Estado emitiu um novo decreto que inclui mais 47 cidades na lista de municípios em situação de emergência. Com esse novo decreto, o Estado passa a ter 72 com a medida vigente.


Confira a relação das cidades em situação de emergência:


Alcobaça, Anagé, Angical, Arataca, Aurelino Leal, Barra do Choça, Belo Campo, Brejolândia, Belmonte, Caatiba, Caetanos, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Caravelas, Cotegipe, Dário Meira, Eunápolis, Encruzilhada, Firmino Alves, Floresta Azul, Gandu, Guaratinga, Governador Mangabeira, Ibicaraí, Ibipeba, Igrapiúna, Iguaí, Ipiaú, Itabuna, Ibicuí, Ibirapuã, Ilhéus, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Itaju do Colônia, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itaquara, Itororó, Jequié, Jussiape, Jucuruçu, Lafaiete Coutinho, Lajedão, Manoel Vitorino, Marcionílio Souza, Milagres, Macarani, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Pau Brasil, Poções, Porto Seguro, Prado, Santanópolis, Santa Inês, Santa Cruz Cabrália, Sapeaçu, Teixeira de Freitas Ubaíra, Ubatã, Uruçuca, Valença, Vereda, Vitória da Conquista e Wanderley.


Segundo a agência de meteorologia Climatempo, as fortes chuvas na Bahia estão sendo causadas pela presença da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que mantém as condições favoráveis à formação de nuvens carregadas. Até a segunda-feira (27), o tempo segue instável, com condições para chuva frequente, por vezes forte, e que eleva ainda mais os acumulados (especialmente no litoral, sul e centro-oeste do estado).




Da Redação Cartaz da Cidade

Com informações da Climatempo

Comente e Compartilhe