Aumento de contaminados pela Covid-19 faz Receita Federal adiar retorno do trabalho presencial




A Receita Federal decidiu prorrogar para o dia 31 de março o retorno dos servidores e empregados públicos de seu quadro à modalidade presencial. O motivo foi o aumento do número de contaminados pela covid-19, em especial os causados pela variante Ômicron.


A portaria que prevê o adiamento da volta de servidores foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (17).


De acordo com a portaria, caberá aos titulares de unidades assegurar a preservação das atividades e o funcionamento de serviços de natureza presencial, até a nova data de retorno. Também cabe a eles assegurar a preservação das atividades, bem como o funcionamento dos serviços considerados de natureza presencial.


Redação Cartaz da Cidade

Informações Agência Brasil

Comente compartilhe!