Áudio: tumulto na Câmara de Santa Maria da Boa Vista (PE) marca a eleição da mesa diretora


Nova chapa eleita; formada pelo presidente Juninho (ao centro),Sargento Geraldo (1º vice-presidente), Anderson Harlem (2º vice-presidente), Gildo Gás (1º secretário) e Yure Duarte (2º secretário).

Depois de três tentativas, a eleição para escolha do novo presidente da Câmara de vereadores de Santa Maria da Boa Vista aconteceu nesta segunda-feira (4). Na ocasião, foi eleita a chapa 2, presidida pelo vereador “Juninho”, da Situação. A sessão ocorreu após tentativas anteriores serem adiadas por falta de coro, devido ao não comparecimento do grupo da Oposição nos dias das votações. Apesar disso, a eleição foi marcada por bate boca e tumulto entre os parlamentares (ouça abaixo).


Durante a votação, o vereador Jorge do Futuro, líder da oposição e peça chave para a contagem dos votos, compareceu para votar, após ausência em sessões anteriores, mas não votou no candidato à presidência pelo seu grupo, Valter Firmino, do PT. Ele optou por não votar em nenhuma das chapas.


Após informar a sua decisão, ele deixou a sessão e não aguardou o resultado final. A votação aconteceu de forma tumultuada, com bate boca entre os parlamentares. Na ocasião, o vereador Juninho, de situação, criticou os vereadores de oposição por não terem comparecido nas sessões anteriores, sendo rebatido pelo vereador Binho do Mercado, que afirmou que ele não é digno de criticar os demais por faltas.


“Acho que o nobre juninho deve se comportar mais, pois ele está faltando com comportamento e não é digno de falar em falta de vereadores, porque o senhor é o vereador que mais falta nessa casa. [...] O senhor sabe muito bem o motivo da gente não ter vindo. Nós somos homens sobrando. Agora, nós estávamos esperando o momento certo, como, de fato, chegou, Então, o senhor diminua as palavras” (sic). Em resposta, o verador Juninho respondeu: “Você é homem sobrando, eu também sou!”, exclamou. Ouça:


Áudio: Reprodução programa Painel 100,7 - Rádio Grande Rio FM


Após diversas trocas de farpas entre os vereadores, a votação foi concluída com um empate. Apesar do resultado, a ausência do voto do vereador Jorge do Futuro, da oposição, terminou favorecendo o grupo oposto. Assim, o presidente declarou o vereador Juninho como presidente da Câmara, pois, segundo o regimento, em caso de empate, a vitória é do candidato mais velho.


Da Redação com informações da Rádio Grande Rio FM

Imagem: redes socais.