Audiência inicial de instrução e julgamento do acusado de matar Beatriz repercute na região



A audiência de instrução e julgamento de Marcelo da Silva, de 40 anos, acusado do homicídio da menina Beatriz Angélica Mota, morta em dezembro de 2015, aos 7 anos, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, foi encerrada na noite desta terça-feira (22).



De acordo com informações do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), nesta fase foram ouvidas testemunhas e apresentadas as provas do crime. O acusado também depôs durante audiência.


Após encerrada a audiência, a acusação, que será representada pelo Ministério Público, e a defesa do réu vão se manifestar e, em seguida, haverá a decisão se o réu será submetido ou não a júri popular.


O Caso


Beatriz Angélica foi morta em 10 de dezembro de 2015, quando estava na formatura da irmã, no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora. Segundo investigações, a menina recebeu dez facadas.


Ela saiu do lado dos pais para beber água e desapareceu. Vídeos registraram o momento em que a menina saía da solenidade. O corpo de Beatriz foi achado dentro de um depósito de material esportivo da instituição, com uma faca do tipo peixeira cravada na região do abdômen. A menina também tinha ferimentos no tórax, membros superiores e inferiores.


Da Redação.

Com informações e imagens do G1 Petrolina.