Após resultado do primeiro turno, veja o discurso de Lula e Bolsonaro em coletiva de imprensa



Bolsonaro


O candidato a reeleição Jair Bolsonaro diz ter ‘confiança total’ para segundo turno e critica institutos de pesquisa. O Presidente afirmou que resultado deste domingo, 2, é vitória contra a ‘mentira’.

Em fala a jornalistas neste domingo, 2, após o fim da apuração das urnas eletrônicas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o atual mandatário do país também afirmou que o resultado do pleito representa uma vitória contra as mentiras, em crítica aos principais institutos de pesquisa, que apontavam o ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) com 50% dos votos válidos, com possibilidade de vitória em primeiro turno. “Vencemos a mentira no dia de hoje, que estava o Data Folha dando 51% a 30 e poucos.


Temos um segundo tempo pela frente onde tudo passa a ser igual e vamos mostrar melhor para a população brasileira, em especial a classe mais afetada pela política do ‘fique em casa, a economia a gente vê depois'”, exaltou, reforçando as esperanças para a votação em 30 de outubro. “Confiança no segundo turno. Isso desmoralizou de vez os institutos de pesquisa.


” Nos próximos 28 dias, o foco da campanha será, segundo Bolsonaro, mostrar para a população que algumas mudanças “podem ser piores” para o país. Citando países como Argentina, Chile, Nicarágua e a Venezuela, por exemplo, o presidente disse ter preocupação do Brasil, caso Lula seja eleito, perder a liberdade. “Entendo que a mudança para esquerda, a exemplo do que a acontece na América do Sul, todos os países que mudaram, todos pioraram”, reforçou.


Questionado sobre a segurança dos resultados da eleição, o chefe do Executivo Federal disse que vai esperar um parecer das Forças Armadas sobre o tema e voltou a reforçar sua desconfiança no sistema eleitoral, afirmando que as urnas eletrônicas não são “100% blindadas” e, por isso, “sempre existe a possibilidade de algo anormal acontecer”.


Lula


‘Vamos ganhar estas eleições’, declara Lula após contabilização dos votos

Candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai disputar o segundo turno das eleições de 2022 com o atual presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL). Após contabilização dos votos, o petista declara que irá ‘ganhar estas eleições’. Em sua fala, ele lamenta que nem sempre seja possível ganhar em primeiro turno”.


Na entrevista coletiva, eu disse para vocês que toda eleição que eu disputo eu tenho vontade de ganhar no primeiro turno, mas nem sempre é possível”, disse o candidato. Otimista com o resultado da próxima votação, no dia 30 de outubro, o petista garantiu que sua vitória é certa. “Durante toda essa campanha, a gente esteve à frente nas pesquisas de opinião pública, de todos os institutos, e eu sempre achei ia ganhar essas eleições e eu quero dizer para vocês que nós vamos ganhar as eleições. Isso pra nós é apenas uma prorrogação”, disse. O petista totalizou 48,29% dos votos válidos, contra 43,32% de Bolsonaro.





Da redação com informações de Jovem Pan e Agência Brasil