Após recusa de universidades, MEC desiste de volta às aulas em janeiro



Após determinar na manhã de hoje (2), que universidades e institutos federais voltem às aulas presenciais a partir de 4 janeiro de 2021, o Ministério da Educação (MEC) desistiu da determinação após recusa das universidades federais.


A norma publicada nesta quarta-feira, no Diário Oficial da União, terá a portaria revogada.

O Ministro da Educação Milton Ribeiro afirmou a CNN Brasil, que o “mundo acadêmico” não está preparado para a volta às aulas presenciais.


"Quero abrir uma consulta pública para ouvir o mundo acadêmico. As escolas não estavam preparadas, faltava planejamento" e disse ainda, "a sociedade está preocupada, quero ser sensível ao sentimento da população".


Segundo o ministro, o MEC só vai liberar a volta às aulas quando as instituições tiverem confiança de que é possível fazer isso com segurança.