Após boicote, o PL libera entrada sem ingresso em evento que oficializa candidatura de Bolsonaro


Ontem (20) o Partido Liberal (PL) anunciou nas suas redes sociais que não vai ser cobrado ingressos na convenção partidária que oficializará a candidatura de Jair Bolsonaro à reeleição do cargo de Presidente da República. O evento do PL acontecerá no próximo domingo (24), no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.


A decisão foi tomada após tentativa de boicote quando o PL registrou que das 50 mil inscrições feitas um pouco mais de 40 mil foram canceladas. O partido informou que foi feita triagem das inscrições falsas e os QR Code cancelados e os IPs dos ataques foram armazenados para eventuais medidas legais caso sejam configurados como crime.



Nesta quinta-feira (21) o deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PL-SP) utilizou as suas redes sociais para informaram que uma ação contra a também deputada Tábata Amaral (PSB-SP) foi protocolada no Conselho de Ética da Câmara.


No vídeo divulgado, Eduardo condenou a atitude da colega congressista, disse que a esquerda é incapaz de promover eventos em locais públicos e informou que a sigla em que está filiado – o Partido Liberal – tomará providências contra Tábata. “Isso não é normal, não é jogo limpo na eleição. Isso é trapaça, é falsificação. É quase um ataque hacker e a gente não vai admitir”, pontuou. Confira o vídeo completo:





Da Redação

Imagem: Divulgação