APL convoca professores a ocuparem à Câmara de vereadores de Juazeiro nesta quinta

Sessão extraordinária votará projeto que retira direitos da categoria


O diretor da APLB Sindicato de Juazeiro, Gilmar Nery, convocou através de uma rede social na noite desta quarta-feira (23), todos os profissionais da rede municipal de ensino para ocuparem a Câmara de Vereadores de Juazeiro, norte da Bahia, nesta quinta-feira (24).


No vídeo, o representante da categoria diz que o presidente do Legislativo comunicou aos vereadores que haverá uma Sessão Extraordinária ainda hoje para votar o PL do Executivo que reajusta o piso nacional do magistério em apenas 26%, que segundo ele, retira todos os direitos já conquistados pelos professores.




O Projeto de lei foi enviado na manhã de terça-feira (22) à Câmara de Vereadores de Juazeiro pela prefeita Suzana Ramos (PSDB) não contempla a categoria, que cobra o pagamento de forma integral o reajuste de 33,24% do piso nacional do professores.


Na Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de ontem (23) a Mesa Diretora retirou de pauta o Projeto de Lei do Executivo que tratava justamente do reajuste do Piso Nacional do Magistério, a votação do PL que deveria ter acontecido foi suspensa, pois a presidência da casa acatou o pedido da categoria e de vereadores da oposição para analisar a contraposta.



Feito isso, os trabalhadores da educação em Juazeiro realizaram manifestação em frente ao prédio sede da Secretaria Municipal de Educação e Juventude. No local os professores solicitam a saída da Secretária de Educação e Juventude Normeide Almeida.