Após aumento dado por Moro a elite da PF, peritos e agentes pedem reajuste


A medida provisória que concedeu aumento e gratificações a superintendentes regionais, chefes de cartórios e de núcleos de operação não agradou a todos dentro da Polícia Federal (PF). O decreto foi publicado, sem alarde, pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, na semana passada.


Segundo o blog Painel, da Folha de S. Paulo, essa distribuição seletiva de reajustes dividiu os membros da corporação. A associação dos peritos decidiu enviar, nesta terça-feira (7), um ofício ao diretor-geral, Maurício Valeixo, pedindo que ele corrija as distorções salariais entre delegados e a área científica da categoria.


Já a Federação dos Agentes publicou um comunicado na segunda (6), indicando que apenas os delegados são atendidos.





Fonte: Bahia Notícias