top of page

Anvisa proíbe venda de lotes de chocolates da Garoto que podem conter vidro



Empresa começou o recolhimento dos produtos após detectar uma avaria em um dos equipamentos de produção da fábrica

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nesta terça-feira (18) uma resolução que proíbe a venda e distribuição de dois lotes de chocolates da marca Garoto. A medida também prevê o recolhimento voluntário dos chocolates em tablete de 80 gramas da marca que podem conter fragmentos de vidro.


Segundo a empresa, há possibilidade de contaminação apenas nos dois lotes mencionados, não havendo restrição de uso dos demais produtos da marca. A empresa ainda afirmou que a maior parte dos lotes afetados não foi comercializada, porém, alguns produtos foram distribuídos em Vila Velha/ES e no estado de Santa Catarina.


Os lotes afetados foram:

- Lote 225212941G: chocolate ao leite com Castanhas de Caju, marca Garoto, tablete 80g, validade 09/09/2023


- Lote 225312941G: chocolate ao leite com Castanhas de Caju e Uvas Passas, marca Garoto, tablete 80g, validade 09/09/2023


No documento enviado para a Anvisa, a Garoto disse que o procedimento de recolhimento foi iniciado após a constatação de uma avaria em um dos equipamentos de produção da fábrica. A marca acrescentou que os pequenos fragmentos de vidro encontrados em produtos dos lotes mencionados podem causar lesões na boca ou mucosas.





Com informações de Agência Brasil


bottom of page