Animação que celebra a reintrodução das ararinhas azuis na caatinga é lançada hoje (10)



Após ganhar uma sanfona mágica do seu pai, Tita, filha de um caçador de pássaros, se transforma em uma ararinha-azul e vive histórias de mistério e magia. Este é o enredo do curta-metragem de animação infanto-juvenil “As aventuras de Tita”, produzido por artistas do Sertão do São Francisco. A obra também será lançada hoje (10), de forma online, às 13h.


O lançamento presencial aconteceu na manhã de hoje, às 08h30, na cidade de Curaçá (BA), terra natal das ararinhas azuis, que estão sendo reintroduzidas em seu habitat natural, depois de terem sido declaradas extintas na natureza.


O filme, criado pelo escritor e ambientalista de Petrolina, no sertão pernambucano, Victor Flores, estará disponível no canal do Youtube “Victor Flores e a Tita”. O curta-metragem promove reflexões, de forma lúdica, sobre a importância da preservação do bioma Caatinga e é uma nova forma de contar as histórias da simpática ararinha-azul que já conta com série de livros, clipe animado e kit de pintura com desenhos. Saiba mais sobre a personagem no site oficial.


Assista ao trailer:



Tita e a reintrodução da Ararinha-Azul na Caatinga


Há 20 anos, os brasileiros avistaram, pela última vez na natureza, uma ararinha-azul (Cyanopsitta spixii) selvagem. Os animais foram extintos não por razões naturais, mas por serem vítimas do tráfico ilegal de animais. Agora, depois de duas décadas, graças aos esforços de cientistas do mundo todo, foi possível recuperar a espécie e amanhã (11) as aves serão soltas em uma área de proteção ambiental (confira nossa reportagem com todos detalhes sobre o evento e processo até chegar ao dia de soltura das aves).


Foi justamente para contribuir com a educação ambiental infantil que nasceu o Projeto da Tita Ararinha. Criado pelo ambientalista sertanejo Victor Flores e desenvolvido juntamente com artistas locais, tem o objetivo de desenvolver, através da literatura e do audiovisual, uma consciência ambiental, sobretudo de preservação da ararinha-azul e da valorização do Bioma exclusivamente brasileiro, a Caatinga.


A obra de estreia da série é intitulada"Tita e o Mistério do Velho Chico". O livro foi destaque na Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, em Recife, e destaque nacional após ser indicada na CNN Brasil pelo autor best-seller infanto-juvenil Rodrigo França.


Da Redação - Layla Shasta; com informações de Victorflores.org