Agrovale realiza treinamento para proteção e manejo adequado da fauna silvestre




Um treinamento para proteção e manejo adequado da fauna silvestre, vem movimentando as equipes operacionais da Agrovale neste início da safra 2021. A capacitação especializada, que segue as diretrizes da Instrução Normativa nº. 146/2007 do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA, antecede a atividade da pré-colheita na queima controlada da cana-de-açúcar.


Para colocar em prática o plano de afugentamento e resgate da fauna silvestre nas áreas de intervenção, a equipe agrícola da empresa percorre todo o trecho a ter a cobertura vegetal removida, com a finalidade de reconhecer os pontos mais críticos (prováveis pontos de refúgio de fauna) afugentando os animais, especialmente aqueles com menor potencial de deslocamento a exemplo de serpentes.


De acordo com a coordenadora do Meio Ambiente da Agrovale, Thaisi Tavares, os animais são direcionados às áreas com características ecológicas equivalentes. “Cada grupo de vertebrados possui métodos específicos de captura. No decorrer do treinamento, são ensinadas as melhores metodologias de indução e deslocamento da fauna silvestre para áreas fora do limite do local de queima da vegetação”, ressaltou.


A coordenadora destacou ainda que as equipes operacionais são instruídas também com relação às estratégias de captura e tratamento à fauna em caso de acidente com fogo. “Durante a operação da pré-colheita, os animais lesionados são encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), conveniado à empresa. Neste local, os animais acidentados serão tratados, acondicionados e reabilitados até à soltura”, concluiu.




Ascom/CLASS

Comente e Compartilhe!