Acusado de matar Beatriz deve chegar em Petrolina até sexta (11) para participar da reconstituição



Acusado de matar a garota Beatriz, Marcelo da Silva, 40 anos, deve chegar em Petrolina, Sertão pernambucano, até amanhã (11) para realizar a reconstituição do crime.


Os alunos que participaram da festa de formatura no dia do crime também participarão da reconstituição. Eles estarão na quadra do Colégio Auxiliadora, acusado e estudantes farão o reconhecimento de pessoas e de reprodução simulada do assassinato, a ação deve acontecer até dia 12 de fevereiro.


De acordo com a decisão, fica a critério do réu sua participação na reprodução simulada, na condição de pessoa suspeita/investigada.



Redação Cartaz da Cidade

Comente e compartilhe!