Volta às Aulas: APLB Sindicato em Juazeiro mantém decisão que servidores não retornem às escolas

Nesta quarta-feira (28) será realizada mais uma rodada de negociações com representantes do Governo do Estado


Ao anunciar o retorno das aulas presenciais no Estado da Bahia para esta segunda-feira, 26 de julho, o Governador Rui Costa (PT) enfrentou o descontentamento de professores da rede estadual de ensino com o apoio da Associação dos Professores Licenciados do Brasil – Secção da Bahia (APLB-BA). O chefe do Executivo Estadual chegou a afirmar que haveria cortes no salário dos professores que não voltassem às atividades em sala de aula.


O Cartaz da Cidade procurou a APLB Sindicato por meio de sua Diretoria em Juazeiro e questionou como aconteceu a adesão dos professores e alunos da rede estadual no município nesta segunda (26) e terça-feira (27). De acordo com o diretor sindical, Professor Gilmar Nery, poucas escolas estão funcionando. "Estive visitando algumas escolas hoje pela manhã e constatei que 90% atenderam a nossa convocatória", informou.


O Sindicato orienta os professores para não retornarem às aulas semipresenciais. "Amanhã (quarta-feira, 28), a Diretoria Estadual sentará mais uma vez com os representantes do Governo para mais uma rodada de negociação. Em relação a adesão a não volta às aulas presenciais, aqui em Juazeiro nós temos aproximadamente 83% dos educadores seguindo as orientações da APLB-Sindicato. Lembrando que os servidores estão trabalhando normalmente de forma remota, aplicando as aulas online", reforçou a nota enviada pela entidade.


Com retorno das aulas no processo, o Cartaz contatou o Núcleo Territorial De Educação do Sertão do São Francisco NTE-10 para informações como estava acontecendo esse retorno e quais medidas estão sendo adotadas para garantir a segurança dos servidores e alunos. A Assessoria de Comunicação do NTE-10 destacou as ações de acolhimento como equipamentos de proteção e higiene sanitárias além de reforço na alimentação dos alunos. São aguardados para o retorno 780 mil estudantes do ensino médio e outros 120 mil do ensino fundamental, que retornam no dia 9 de agosto.


Confira a nota na íntegra:


"O retorno das aulas semipresenciais na modalidade Ensino Híbrido em nossas unidades escolares vem acontecendo de forma organizada em relação aos cuidados com os protocolos sanitários, de biossegurança, alimentação e de infraestrutura que vem sendo modificada e adaptada durante a pandemia para o acolhimento desta nova fase do Ensino.

Entre as ações do acolhimento está a entrega dos kits de fardamento e máscara, as orientações para os estudantes em relação a disciplina de higienização e distanciamento e ampliação de 1 refeição a mais no cardápio diário das escolas, totalmente supervisionado por nossa nutricionista.


A aceitação da comunidade escolar vem sendo alta, e a presença dos estudantes na sala de aula é uma realidade, para além disso a classe de professores em sua maioria aderiram ao retorno semipresencial e as nossas unidades escolares vem funcionando normalmente com toda a rede de funcionários vinculados as escolas trabalhando presencialmente.


A equipe do Núcleo Territorial De Educação do Sertão do São Francisco NTE-10 está realizando a supervisão e acompanhamento presencial de todas as unidades escolares, para garantir a segurança sanitária, reforçar o acolhimento e promover uma escuta ativa de toda a comunidade escolar.


Para mais informações acesse as redes sociais do NTE-10".


Iana Lima - Jornalista

Comente e Compartilhe!