Escolas municipais de Petrolina estão sendo fiscalizadas pelo Sindicato dos Servidores do Município



Com o retorno das aulas presenciais anunciado pela Prefeitura para início nesta segunda-feira (09) em quatro Escolas de Tempo Integral, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina foi até a Escola Anézio Leão, no bairro Vila Eduardo, para fiscalizar os protocolos sanitários e as condições de trabalho de servidores e servidoras.


Segundo informações da assessoria do Sindsemp, a escola localizada na Vila Eduardo tem 300 alunos matriculados dos quais, 100 estão frequentando as aulas. A gestora Joelma Rodrigues explicou que no máximo 10 alunos ocupam as salas de aula respeitando o distanciamento. "Também fizemos mudanças no refeitório, com apenas um aluno por mesa e estamos revezando as turmas na hora do lanche. Suspendemos o intervalo para evitar que as crianças aglomerem", explicou a gestora.


Professora há 10 anos, Elexandra Nogueira está se adaptando a nova realidade da sala de aula com uma rotina de protocolos que não pode ser quebrada. "A tentativa é valida. Os alunos estão bem empolgados. No método remoto a gente não se sentia cumprindo nosso dever, principalmente com as crianças em alfabetização. A gente não sentia que estava fluindo o aprendizado. Eu estou feliz com o retorno," contou.


O presidente do Sindsemp Walber Lins quer a garantia da segurança para os servidores e servidoras da educação, "para que possam prestar o melhor serviço aos alunos. Nós vamos continuar fiscalizando as escolas nesse retorno às aulas presenciais," concluiu.


Retorno


A Prefeitura de Petrolina divulgou informações sobre o retorno para as aulas presenciais informando que inicialmente "as salas de aula funcionarão inicialmente com 50% da capacidade. Para isso, as turmas serão divididas em grupos, que irão revezar a ida às escolas, para garantir o distanciamento de 1 metro em salas ventiladas, e de 2 metros nas que têm pouca ventilação", detalhou a nota.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, "a estrutura das escolas foi reforçada com dispensers de álcool e sabonetes, pias e torneiras automáticas, termômetro para aferição de temperatura e tapetes sanitizantes, além disso, as unidades receberam EPIS que serão utilizados pelos funcionários, para prevenção do Covid-19, como face shield, máscaras, luvas e toucas".


Ainda dentro das medidas sanitárias, cada estudante recebeu duas máscaras e uma garrafa squeze para uso individual. "Ao chegar à escola, todos terão as mãos e calçados higienizados, além de passar por aferição de temperatura. Mais de R$ 4 milhões foram investidos para a compra de equipamentos de segurança e manutenção nas escolas, destinados a preparar os espaços para o retorno", informa a prefeitura.

Cronograma


As aulas tiveram inicio nesta segunda-feira, porém no cronograma retomaram as aulas nas Escolas de Tempo Integral; no dia 16 de agosto, retornam as turmas dos anos finais (do 6º ao 9º ano). No dia 23 deste mês, será a vez dos alunos do 4º, 5º ano e EJA. No dia 30, as turmas do 1º, 2º e 3º ano. Em 6 de setembro, iniciam todos os estudantes da Educação Infantil.


Da Redação

Comente e Compartilhe!