"Quem não se vacinar, não poderá trabalhar em ambiente público", afirmou Governador Rui Costa



O Governo da Bahia quer tornar obrigatória a vacinação contra o Covid-19 por parte de funcionários públicos e de pessoas que prestam serviços ao Estado além de torcedores para acesso aos estádios. A informação foi confirmada pelo governador Rui Costa (PT), durante uma live nesta quarta-feira (11).


"Vamos exigir inclusive para concurso público que as pessoas estejam vacinadas. Será exigido também de funcionários públicos para exercício pleno da atividade que estejam vacinados. E também de pessoas que prestam serviços ao Estado", declarou.


Segundo ele, também será exigida a vacinação da segunda dose para ter acesso aos estádios - assim como para reuniões com grandes índices de aglomeração. "Quem não se vacinar, não poderá trabalhar em ambiente público", ressaltou. As medidas deverão ser anunciadas na semana que vem.

A decisão do Governador Rui Costa é a mesma adotada por outras gestões. A Prefeitura de São Paulo, por exemplo, anunciou no último fim de semana que também tornou obrigatória a vacinação contra Covid-19 para os servidores e funcionários públicos municipais da administração direta, indireta, autarquias e fundações.


A Bahia registrou 1.040 novos casos e 23 óbitos por covid-19, doença causada pelo coronavírus. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), com os dados desta terça (10), a Bahia atingiu 26.046 mortes e 1.205.316 casos desde o início da pandemia. No momento, 3.395 casos da doença são tidos como ativos.


Com informações do Bnews

Comente e Compartilhe!